Cristãos egípcios foram mortos na última segunda-feira (24/02), perto da cidade de Benghazi, na Líbia. Autoridades líbias encontraram os corpos quarta-feira à tarde em uma praia no subúrbio de Jarhoutha.

Os cristãos foram mortos a tiros no que parece ser uma execução. As idades das vítimas estão na faixa entre 17 e 25 anos. Fontes locais disseram que os sete foram forçados a deixar o prédio em que viviam por indivíduos à procura de cristãos. Alguns conseguiram escapar, mas os sete foram levados para a praia e executados lá.

As mortes causaram grande medo entre os cristãos que trabalham e moram no leste da Líbia. Muitos agora estão tentando deixar o país.


De acordo com o jornal Libya Herald, vários homens tiveram suas mãos amarradas e todos foram mortos por tiros únicos em sua cabeça. Um porta-voz de segurança disse ao jornal que os nomes de alguns dos homens encontrados indicaram que eles eram cristãos, um passaporte egípcio foi encontrado junto ao corpo de um deles.

Connor, um porta-voz da Portas Abertas, está chocado com a notícia. "Nós vimos, desde o fim do regime do ditador Gaddafi da Líbia, que o governo realmente não controla a nação. Há uma tendência de que os cristãos, tanto os líbios como os não-líbios sofram abusos dos islamistas extremistas. Só para citar alguns dos incidentes: cristãos foram presos, torturados e mortos, acusados de ‘proselitismo’, e várias igrejas na Líbia foram bombardeadas ou incendiadas, desde a revolução".

Ele afirmou ainda que há um crescente temor entre a comunidade cristã, especialmente no leste do país. Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelos assassinatos.

Tem havido uma série de ataques contra a comunidade cristã egípcia na Líbia. Em dezembro de 2012, uma explosão perto de uma igreja, em Misrata, matou dois e deixou outros três cristãos feridos. Em 2013, uma série de ataques foi registrada.

Pedidos de oração

 

  • Interceda pelos familiares e amigos dos cristãos mortos.
  • Ore por toda comunidade cristã na Líbia, que eles possam encontrar força e refúgio no Senhor e praticar o perdão.
  • Ore para que os islamistas extremistas conheçam a Jesus e sejam transformados por seu amor.

 

FontePortas Abertas Intenacional
TraduçãoAna Luíza Vastag